Cadê o raro humano? Cadê os que vivem? Xô sistema.

quinta-feira, 13 de julho de 2017 7 comentários


Não espere muito de ninguém. Se você ajuda, ajudou, não espere e não pense que a quem fez não poderá te machucar. Alguns conflitos e decepções se dão início de pessoas as quais nos dedicamos no passado, pessoas as quais jamais pensaríamos que  agiriam com tamanha falsidade, mas, o bom das descobertas ruins, é que você passa a saber quem é quem de verdade.
Daí você olha para tudo, percebe que a verdade, o ser humano e o amor, estão cada vez mais raros. Aí vem a dúvida, o porque e como o ser humano se tornou raro, se há milhares de pessoas no mundo?! Ser humano, são todos aqueles que entende e se porta com humanidade, o que se vê hoje é um bando de animais famintos por papeis e matérias. Famintos por status sociais e lutando para se caracterizar de um personagem que se torne o principal.
São pessoas vazias, solitárias, sofridas em busca de um refúgio dentro desse grande hospital psiquiátrico chamado SOCIEDADE. Poucos que estão por ai, realmente vivem, a maior parte estão tão envolvidos nas loucuras desse hospital, que esqueceram como e o que vieram fazer nesse espaço. A verdade é que para realmente vivermos, temos que bater de frente com esse sistema, deixar de seguir seus padrões, deixar de pensar e planejar, e passar a sentir, sentir o que realmente essa máquina pequena que bombeia sua vida e bate dentro de você, sente e sabe a necessidade daquilo que se tem que fazer. Então, viva, independente dos padrões, não se rotule, quem escreve seu destino é você mesmo.

Sobre as virgulas do amor

domingo, 9 de julho de 2017 17 comentários
Imagem de heart, neon light, and red

E se o amor chegar, agarre-o com toda força e não solte-o por nada. O amor se tornou raro, muitos estão famintos por ele, porém, não querem fazer valer o esforço de lutar para conquistar um. Se acomodaram a facilidade de ter algo sem compromisso, mas, ainda há pessoas que fazem valer a pena o amor que encontram. Seja um desses valentes que escolheram lutar para viver o amor. Sem o medo das lágrimas e dos momentos difíceis. Lembre-se, que a partir do momento em que você decide viver, você se põe a enfrentar o que for pelo que acredita. E acreditar é algo importante para que você tenha uma base como motivo para valorizar o que conquistou e o que almeja conquistar.

O Amor é assim, uma luta constante. No qual só sobrevive quem consegue permanecer escrevendo sua história, transformando os pontos finais em vírgulas significativas para o recomeço de cada momento na luta pelo Amor. Ame! 💖


Lenilma
 
Desenvolvido por Michelly Melo.